Ir para o conteúdo principal
agenda
Calendário
Escolha o dia, a semana ou o mês
Setembro 2022
Dia
D
S
T
Q
Q
S
S
 
 
 
 
1 2 3
Queer Lisboa

Queer Lisboa

O “queer”, sendo um conceito que parece nunca estar lá plenamente, estar sempre em falta, é porque ele é alimentado pelo passado e as suas muitas construções, e porque ele é sempre uma simulação de futuro, no qual projetamos uma vontade utópica. Nunca é exatamente “presente”. É uma promessa para a qual temos de trabalhar juntes. 
Jerk

Jerk

 
Texas, década de 1970. O assassino em série Dean Corll mata cerca de vinte meninos e faz filmes ultraviolentos baseados nesses assassinatos, com a ajuda de dois adolescentes, David Brooks e Wayne Henley. Entretanto condenado a prisão perpétua, David Brooks, que se tornou ventríloquo e marionetista, conta-nos a sua história a partir da prisão, onde imaginou um espetáculo.
Viens je t’emmène

Viens je t’emmène


Clermont-Ferrand, no centro de França. Médéric, de 35 anos, conhece e apaixona-se por uma trabalhadora do sexo de meia-idade, Isadora, que é casada. Quando o centro da cidade é alvo de um ataque terrorista, Selim, um jovem sem-abrigo, desencadeia uma onda de paranoia ao abrigar-se no prédio de Médéric. Ao simpatizar com Selim e louco de amor por Isadora, a vida de Médéric mergulha no caos...  
La Fracture

La Fracture


Raf e Julie, um casal à beira da separação, estão no Serviço de Urgência de um hospital que está à beira do colapso por causa da manifestação dos Coletes Amarelos em Paris, nessa noite. O encontro de ambas as mulheres com Yann, um manifestante ferido e furioso, vai fazer estremecer todas as suas certezas e preconceitos. Lá fora, a tensão é crescente e, em breve, o hospital terá de encerrar as suas portas porque o pessoal clínico não consegue acudir mais pacientes. Vai ser uma longa noite...  
Esther Newton Made Me Gay | Sessão de Encerramento

Esther Newton Made Me Gay | Sessão de Encerramento

Esther Newton Made Me Gay mergulha-nos na vida e nos tempos da antropóloga cultural Esther Newton. Ao longo da sua carreira, Newton foi uma pioneira – questionando e desafiando noções adquiridas de género, sexualidade e métodos antropológicos. O seu trabalho inspirou gerações de académicos a iniciarem investigações no que se viria a denominar de Estudos LGBTQ e de Género. O filme narra a sua descoberta da cultura gay nos anos 1950, o movimento de liberação das mulheres e o feminismo lésbico, a cultura drag, e a sua replicação de uma identidade butch que, para a autora, agora, está em diálogo com uma masculinidade trans. Sempre atenta às forças sociais e culturais que moldaram a sua vida, Newton conduz-nos através de uma antropologia de si mesma, uma análise permeada pelo seu amor ao desporto – competições caninas de agilidade -, que emparelha o seu corpo butch envelhecido com o seu amado cachorro, numa corrida de obstáculos em constante mudança. Nos seus persistentes esforços em treinar o seu corpo para o manter em forma, na sequência de uma série de problemas de saúde, testemunhamos essa sua impressionante força de vontade que, no decurso da sua vida, lhe permitiu saltar as barreiras para se tornar naquilo que sempre quis ser: uma lésbica butch, académica e atleta.