Ir para o conteúdo principal

Cinema São Jorge

agenda
Calendário
Escolha o dia, a semana ou o mês
Les Nuits en Or 2024

Les Nuits en Or 2024

Les Nuits En Or é uma iniciativa da Academie des César, organizada em Portugal pela Academia Portuguesa de Cinema, que reúne anualmente uma mostra de curtas-metragens selecionadas por Academias de Cinema de todo o mundo. 
Sessão #1

Sessão #1

Les Nuits en Or 2024
Program de CurtasBIG BANG (Bra)ICE MERCHANTS (Por) IN THE MOUNTAIN'S SHADE (Isr) ONCE UPON A VILNIUS (Lit) SUPERDUPERMEGAGIGASINGEL (Nor)
Sessão #2

Sessão #2

Les Nuits en Or 2024
Programa de CurtasPALOQUEMAO (Col)WAR IS OVER ! INSPIRED BY THE MUSIC OF JOHN AND YOKO (EUA)LA MÉCANIQUE DES FLUIDES (Fra)VREAU SA SPARG SERA (Rom)MONSOON BLUE (Taiw)
Sessão #3

Sessão #3

Les Nuits en Or 2024
Programa de CurtasLIONS (Afr)ÉTÉ 96 (Fra)LES SILENCIEUX (Bel)LEILA (Sue)THE MEATSELLER (Ita)
Sessão #4

Sessão #4

Les Nuits en Or 2024
Programa de CurtasAGUSTINATHE FLYING SAILOR (Can)LA VALISE ROUGETHE DAY I DIEDAIRHOSTESS-737 GHWA THE LAST NAME
Sessão #5

Sessão #5

Les Nuits en Or 2024
Programa de CurtasCRAB DAY (RUn)L'ATTENTE (Fra)AUNQUE ES DE NOCHE (Esp)ATESTACE (Che)HOW TO PLEASE (Fin)
Sessão #6

Sessão #6

Les Nuits en Or 2024
Programa de CurtasLUCID DREAMING (PBa)XANH (Ale)GOLDEN LEGGINGS (Ucr)A CAMERA ON MY LAP (ASu)ARMAT (Sui)FINDING ADDISON (Aus)
Clandestina

Clandestina

Para pensar as atuais práticas de dissidência política, mergulhamos no passado e acompanhamos a vivência de uma jovem artista. Convidada a entrar na clandestinidade em Portugal na segunda metade do século XX, Margarida Tengarrinha, desempenhou um importante papel na resistência antifascista, tornando-se falsificadora por militância política. Através do anacronismo temporal, Clandestina é como uma missiva a um tempo porvir, uma premonição da possibilidade trágica de a História se estar a repetir.
Clandestina

Clandestina

Para pensar as atuais práticas de dissidência política, mergulhamos no passado e acompanhamos a vivência de uma jovem artista. Convidada a entrar na clandestinidade em Portugal na segunda metade do século XX, Margarida Tengarrinha, desempenhou um importante papel na resistência antifascista, tornando-se falsificadora por militância política. Através do anacronismo temporal, Clandestina é como uma missiva a um tempo porvir, uma premonição da possibilidade trágica de a História se estar a repetir.